Ensino

Fantasporto exibe treze filmes de alunos da UMinho

Um dos filmes é candidato ao prémio do Melhor Filme Nacional

 

Treze filmes de alunos de Ciências de Comunicação da Universidade do Minho foram selecionados para o 36º Fantasporto - Festival Internacional de Cinema do Porto.

A UM concorre ao 'Prémio Cinema Português – Universidades e Escolas de Cinema', exibindo 13 curtas-metragens a 3 de março, às 16h45, no Teatro Rivoli.

Uma das curtas-metragens – “Esta Noite Vi Dois Marcianos de Smoking” de Felipe Canedo, Andrea Vale e André Moreira - sobre a emissão-homenagem de “Guerra dos Mundos” em 1988 pelo Rádio de Braga, que na altura provocou uma onda de pânico devido ao medo de haver uma invasão marciana em curso em Braga, também concorre em simultâneo ao prémio de melhor filme nacional.

Os outros doze filmes da UM incluem 7 filmes dos alunos de licenciatura – “Bem me Quer”, de João Freitas; “Born to be Late” de Ana Berenguer, Beatriz Oliveira, Catarina Pinheiro, Renata Cunha e Vânia Lima; “A Cura”, de João Ribeiro, Ana Martins, Hélio Carvalho e João Quesado; “Sem Rumo” de Carina Teixeira, Inês Moreira, Jorge Ferreira e Sara Ferreira; “You and I”, de Diana Reis, Joana Carvalho, Patrícia Marinho e Sandra Rodrigues; “Become”, de Matilde Quintela, Eliana Pereira e Ana Gonçalves; e “The Collectors” de Bárbara Araújo e Silvana Valente.

Os filmes dos alunos de mestrado corresponde a: “Fragments”, de Bruna Oliveira Dias; “Marta”, de Catarina Coelho; “Encounter” de Sofia Leite; “Breathe Out” de Cristina Leite; e “My Spot” de Sérgio Dias.

Martin Dale e Pedro Flores, realizadores e professores da UMinho, acompanharam de perto os diversos projetos e destacam o potencial destes estudantes, assim como a necessidade de promover e premiar os jovens talentos que surgem fora de Lisboa e do Porto.

O “Prémio Cinema Português”, instituído em 2012, tem como objetivo principal a melhoria da produção nacional e a acessibilidade dos jovens alunos de cinema e cineastas ao mundo profissional. Em 2016, estão oito academias a concurso: Universidade do Minho, Universidade Católica do Porto, Universidade Lusófona de Lisboa, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Escola Superior Artística do Porto, Escola Artística Soares dos Reis, ESMAE- Escola Superior de Música, Artes e Especáculo, e EPI/ETIC.

Este ano a sua participação da Universidade do Minho destaca-se por haver mais filmes em competição e por ser a primeira vez com um filme que concorre um simultâneo ao prémio de Melhor Filme Nacional.